07/12/16

Pastor pega em pênis de fiéis para aumentar o tamanho!



Em Gana, um pastor vem chamando atenção na internet por conta de um estranho hábito. Ele diz que pode fazer com que os pênis e seios de seus fiéis cresçam caso ele os massageiem.

Uma emissora da TV local filmou o exato momento que Daniel Obinim aplica a técnica dentro da igreja.

É possível ver o pastor sacudindo e manipulando os pênis dos rapazes que ali estão.
video


Fonte: superpride

Ludmilla e Lexa na Parada Gay Rio 2016


A Praia de Copacabana vai se colorir com as cores da bandeira do armco íris neste domingo, 11. Com o tema "Eu sou minha identidade de gênero", a 21ª Parada do Orgulho LGBT recebe um time de peso para animar a celebração que acontece na Zona Sul do Rio. As funkeiras Ludmilla e Lexa, além da cantora Iza e da Banda Vingadora, estão entre as atrações confirmadas. Pelo décimo ano consecutivo, a cantora e transformista Jane Di Castro abrirá a Parada interpretando o Hino Nacional Brasileiro.

Segundo a organização do evento, serão ao todo oito trios elétricos que vão desfilar pela orla de Copacabana, entre os postos 2 e 6. A concentração está marcada para às 13h, mas, a partir das 9h, atividades de conscientização de direitos e saúde estarão disponíveis no espaço "Ação, Orgulho e Cidadania".

Fonte: Gay1

06/12/16

Gouine, Sexo sem Penetração !!


É muito comum ver nos aplicativos de relacionamento a pergunta: passivo ou ativo? Bom, e quem não é nenhum dos dois? Quem não pratica penetração, oras, é gouine! E o que isso significa?

Gouine é quem não gosta de sexo anal: nem de fazer e nem de receber. Eles praticam "gouinage", que é um termo em francês que significa "lesbiandade", e se refere a um sexo que não envolve penetração. No ato sexual praticado pelos gouines pode rolar masturbação, sexo oral e "frottage" (francês para fricção).
Essa forma de transar é um rompimento com a ideia de que toda relação sexual tem que ter penetração e também estabelece uma horizontalidade durante o sexo, defendem os gouines.

Fonte: IGay

IBGE pretende realizar 1ª pesquisa nacional sobre população LGBT



O presidente do IBGE, Paulo Rabello de Castro, pretende fazer o primeiro levantamento nacional sobre a população LGBT do país.

A questão não é incluída nos levantamentos da Pnad (Pesquisa Nacional por Amostragem de Domicílio), a maior realizada pelo instituto depois do censo.

O IBGE identifica apenas casais homoafetivos: quando a pessoa responde que vive com alguém, o entrevistador pergunta se é com pessoa do mesmo sexo.

Rabello diz que pretende conversar com a área técnica do IBGE para saber qual é a viabilidade de se fazer o levantamento, e como as questões deveriam ser elaboradas para se chegar a um resultado próximo da realidade.

A demografia das orientações sexuais esbarra em obstáculos como o fato de parcelas das populações ainda relutarem em revelar esse tipo de informação.

Fonte: Mônica Bergamo da Folha de SP